dkolves@dkolves.com.br (51) 3466-2999
Você conhece a D'Kolves Business?­ Clique aqui e saiba um pouco mais sobre nós!

Postagens

Imagem de A SOLIDEZ DE UM CLIMA ORGANIZACIONAL PODE SER DETERMINANTE NOS RESULTADOS DE UMA EMPRESA?

A SOLIDEZ DE UM CLIMA ORGANIZACIONAL PODE SER DETERMINANTE NOS RESULTADOS DE UMA EMPRESA?

A solidez de um clima organizacional pode ser determinante nos resultados de uma empresa, pois, é por meio desse ambiente que os negócios desenvolvem seus resultados, e, para criar um bom clima, o comportamento organizacional dos colaboradores precisa estar bem alinhado com a cultura da empresa.

Uma empresa que se importa em avaliar o comportamento organizacional dos seus funcionários, vê muito além das atitudes e habilidades dos seus contratados, pois, esse método auxilia a gestão de pessoas em diversos aspectos importantes.

Ter uma cultura interna bem estruturada e alinhar o comportamento organizacional a isso, pode ser uma maneira de dar dinamismo ao trabalho dos colaboradores, e também aumentar a produtividade, diminuir os conflitos internos, motivar, engajar e ainda potencializar a imagem do negócio, por isso, nesse artigo explicaremos:

proveite a leitura!

O que é comportamento organizacional?

Podemos definir como comportamento organizacional o conjunto de atitudes passíveis de avaliação, de um indivíduo dentro e fora de uma organização.

Esse conjunto de atitudes soma o posicionamento, o comportamento, e também o relacionamento individual e coletivo dos colaboradores no ambiente de trabalho.

O comportamento organizacional é avaliado, pois, ele pode afetar o clima organizacional de uma empresa de maneira positiva ou negativa, por isso, para o setor de Recursos Humanos, essa avaliação guia as estratégias da organização, por meio do conhecimento detalhado das ações de cada profissional.

Como ele surgiu?

Existem relatos na história que dizem que a definição do comportamento organizacional surgiu de estudos de pesquisadores de psicologia, sociologia, ciência, política, economia e outras ciências sociais, que procuravam desenvolver uma estrutura unificada para as pesquisas ligadas às organizações, e isso aconteceu no final de 1940.

Porém, bem antes disso, na década de 1890, com a administração científica do taylorismo, os estudos do comportamento organizacional começaram a se formar e se transformar em uma disciplina acadêmica.

O forte movimento das relações humanas, dos anos de 1930 a 1950 moldaram o estudo do comportamento organizacional, graças ao desenvolvimento estudioso de diversos nomes como Elton Mayo, Chester Barnard, Henri Fayol, Mary Parker Follett, Frederick Herzber, Abrahan Maslow, David Mc Cellan e Victor Vroom.

Entre 1960 e 1970, o comportamento organizacional se tornou uma pesquisa mais quantitativa, produzindo ideias como organização informal e dependência de recursos. E finalmente, na década de 1980, essa pesquisa se transformou em uma área de estudo das organizações.

Opinião de estudiosos sobre o comportamento organizacional

Confira algumas das contribuições de estudiosos sobre o comportamento organizacional:

- Herber Simon: esse pensador introduziu diversos conceitos importantes do comportamento administrativo no estudo do comportamento organizacional, principalmente no que diz respeito a tomada de decisões;
- Simon e Chester Barnard: ambos argumentaram que as pessoas tomavam decisões de maneiras diferentes dentro e fora das organizações. Essa argumentação sobre tomada de decisões rendeu o Prêmio Nobel de Economia a Simon.
- Stephen Robbins: para Robbins, o comportamento organizacional “é um campo de estudo que investiga o impacto de indivíduos, grupos e estruturas no comportamento dentro das organizações” — citação do seu livro Cultura Organizacional e Liderança;
- Keith David e John Newstrom: esses estudiosos americanos definem a cultura organizacional como uma aplicação do conhecimento relacionado à maneira como as pessoas agem nas empresas.

Quais são os objetivos do comportamento organizacional?

A avaliação do comportamento organizacional, apesar de parecer uma estratégia simples de aplicar na estrutura de uma empresa, é, na verdade, uma medida que exige rigor e atenção dos gestores de pessoas, pois envolve muita pesquisa para descrever, compreender, prever e controlar as situações.

- Descrever: a aplicação do comportamento organizacional no modelo de descrição, envolve uma pesquisa capaz de entender os elementos do comportamento do colaborador detalhadamente.
- Compreender: na sequência, após entender o comportamento de um profissional, a empresa precisa descobrir por que ele tem esse comportamento na organização.
- Prever: após avaliar e compreender o comportamento do colaborador, essa pesquisa auxilia que a empresa realize projeções, boas ou ruins, a partir do jeito que o funcionário age e reage no negócio.
- Controlar: e, por fim, com todas as fases anteriores, fica muito mais fácil para um gestor controlar as situações e o clima organizacional da empresa, tudo graças a identificação das características de um profissional na organização.

Como o comportamento organizacional é definido?

O comportamento organizacional é definido com base em alguns conceitos fundamentais, que fazem parte das características naturais das pessoas e das organizações, como:

- comportamento motivado;
- conceitos holísticos;
- diferenças individuais;
- dignidade humana;
- interesses diversos;
- organização como um sistema social;
- valores;
- e muito mais.

Esses conceitos fundamentais são divididos em níveis e teorias, os níveis descreveremos adiante neste texto, já as teorias, focam em cinco campos de estudos específicos, dando amplitude para a avaliação do comportamento organizacional, sendo elas:

- teoria clássica: busca encontrar elementos para gerenciar organizações complexas;
- teoria da administração científica: busca criar parâmetros de eficiência;
- teoria das relações humanas: busca priorizar a força humana, ao invés de outras características da organização;
- teoria dos sistemas: busca relacionar a tecnologia a melhoria dos processos de uma empresa;
- teoria da contingência: cria um pensamento que nada é absoluto num negócio, e tudo se correlaciona no crescimento da organização.

Qual a importância de analisar o comportamento organizacional?

A análise do comportamento organizacional é uma prática fundamental e indispensável, que auxilia os negócios a entender o comportamento de seus colaboradores, e a forma como ele pode afetar o andamento da organização.

Com essa estratégia aplicada ao gerenciamento de recursos humanos, a empresa consegue melhorar seu clima organizacional, e deixar seus colaboradores mais engajados e produtivos, graças a criação de melhores condições de trabalho, que motivem seus funcionários e transformem seus comportamentos.

Como ele pode auxiliar no desempenho da empresa e colaboradores?
Por meio da análise do comportamento organizacional, empresas e colaboradores notam rapidamente mudanças ligadas às metas do negócio e também a produtividade dos funcionários, e essas mudanças podem ser notadas na:

- comunicação interna, que fica mais fácil;
- relação intergrupal, que pode ser entendida e gerenciada mais facilmente;
- gestão de pessoas, que se torna mais direcionada;
- inteligência emocional, que passa a ser respeitada de forma individual e coletivamente;
- visão do capital humano, que se torna mais abrangente;
- e outras mudanças.

Principais tipos de comportamento organizacional?

Cada organização possui suas próprias características internas, que originam o foco de comportamento esperado para que o clima organizacional seja agradável e gere bons resultados.

Com isso, é importante que ao avaliar o comportamento organizacional, a equipe de gestão de pessoas entenda exatamente quais os comportamentos mais se alinham às expectativas do negócio, podendo ser características focadas em:

- autocracia;
- ética;
- responsabilidade;
- controle gerencial;
- competitividade;
- perseguição;
- resultados;
- responsabilidade;
- dentre outros tipos de comportamento organizacional.

Como o comportamento organizacional é avaliado?

O comportamento organizacional é avaliado em três níveis, sendo eles:

Individualidade

O nível individual estuda o potencial de cada indivíduo, desde as suas características únicas, até as suas questões motivacionais, emocionais e também de inteligência emocional.

Nesse nível considera-se que o individuo tem:

- capacidade limitada para respostas;
- percepção e capacidade de avaliar;
- necessidades que precisam ser atendidas;
- perspectivas de futuro.

Coletivamente

O nível grupal avalia o comportamento de forma coletiva, considerando a importância e as influências de cada pessoa em um grupo, podendo ser grupos formais e integrados, unidos para realizar tarefas; e grupos informais, que se reúnem por amizade e interesses em comum.

Nível empresarial

No nível organizacional, o comportamento é analisado de maneira global. Todas as características são avaliadas considerando as políticas e o clima organizacional, onde o objetivo são os resultados gerados para o negócio.

Esse nível avaliativo facilita na manutenção dos relacionamentos de um negócio, e auxilia as empresas a manterem um espaço de trabalho mais harmônico, pois, avaliando o comportamento organizacional em nível empresarial, elas conseguem prevenir e identificar problemas entre colaboradores.

Conclusão

A análise do comportamento organizacional ajuda a empresa a compreender melhor os indivíduos, como parte da cultura de um negócio, e os resultados dessa metodologia aplicada ao empreendimento podem ser notados em diversos níveis.

Esse estudo, que ajuda os gestores de pessoas a entender o comportamento das pessoas, individualmente e em grupos nas organizações, é uma arma poderosa no desenvolvimento e estímulo dos bons relacionamentos de equipes, sendo uma estratégia de grande impacto para os negócios.

Avaliar os comportamentos, é uma forma de demonstrar para os funcionários que a empresa se importa com os níveis de satisfação e motivação, que podem sofrer quedas motivadas por relacionamentos ruins. O resultado disso é: uma empresa com colaboradores mais engajados, e um negócio com uma boa imagem de mercado.


Fonte: www.pontotel.com.br










Acesse O Portal do Cliente

Acesse o novo Portal do Cliente DKolves, mais rápido, dinamico e eficiente; Basta Clicar no link ao lado.



Fale Conosco

Endereço

Rua Venâncio Aires, 3111 – Niterói
CEP: 92110-000 – Canoas/RS

Telefone

(51) 3466-2999

Endereço

Rua Nilo Dias, 55 sala 01 - Ed. firenze
Gramado/RS

Telefone

(54) 992.683.345